Scroll Top

Política

Colômbia – 2ª maior economia da América do Sul Supera Argentina

.

O presidente da Colômbia, Juan Manoel Santos, que deu prosseguimento ao governo de Alvaro Uribe, e ajudou no Crescimento do país.

A América do Sul vive um momento muitas mudanças, com diversos acertos e evoluções, mas também com a repetição de muitos erros do passado, e por consequência o retrocesso em muitas nações.

Alguns países estão conseguindo se desenvolver e conquistar diversas melhorias econômicas e sociais, como Brasil, Chile e Colômbia, enquanto outros tem se afundado cada vez mais no Populismo e na deterioração de suas economias, como a Argentina, Bolívia, Venezuela e Equador.

E a consequência mais recente destes diferentes modelos de gestão econômico e social foi anunciada na última sexta-feira, 31/08/2012, em um comunicado oficial do Governo Colombiano.

Segundo o senhor Juan Carlos Echeverry, Ministro da fazenda da Colômbia, o Produto Interno Bruto do País (PIB), projetado para 2012, chegará a marca de US$ 362 bilhões (R$ 742,35 bilhões), permitindo assim que a Colômbia assuma a posição de segundo país mais rico da América do Sul e retire, pela primeira vez na história, a Argentina desta Posição.

O PIB projetado da Argentina deverá ficar em US$ 347 bilhões (R$ 711,5 bilhões).

A Evolução Colombiana ocorre no sentido aposto ao enfraquecimento econômico Argentino. Enquanto a Colômbia investe em um setor econômico diversificado, com abertura para os diversos bancos e companhias internacionais, e foco na modernização da economia como um todo. A Argentina tem retrocedido por conta de seu governo populista, focado no paternalismo e mais preocupado em afrontar as potências econômicas do que gerir a nação e trabalhar em prol de seu crescimento.

A senhora Cristina Kirchner em seu governo já afrontou o Brasil, seu maior parceiro comercial, fustigou novamente o Reino Unido com a questão descabida das Malvinas, e se aproximou de forma perigosa de Hugo Chaves, Evo Morales e Rafael Correa, ditadores de Venezuela, Bolívia e Equador, que coincidentemente são os países em pior situação econômica e social da América do Sul. Cristina é uma das principais responsáveis pela falência da Argentina"]Os erros argentinos têm ocorrido desde o governo Peron, período em que o país de deixou de ser a maior economia da América do Sul (posição perdida para o Brasil e nunca mais retomada), por conta do populismo e da empáfia de seu governante.

Perón conseguiu destruir a Argentina, e mesmo assim é venerado pelo povo. Cristina esta repetindo a receita, e se os argentinos não acordarem a tempo em breve serão superados economicamente também pelo Chile, que a exemplos de Brasil e Colômbia, tem modernizado a sua economia e se tornado cada vez mais uma nação atrativa para os investidores estrangeiros.

Assuntos do Artigo:
  • países mais ricos da américa do sul
  • pais mais rico da america do sul
  • qual o país mais rico da américa do sul
  • qual é o pais mais rico da america do sul
  • ranking dos paises mais ricos da america do sul

Comente Via FaceBook

Comentários

1 Estrelinha =(2 Estrelinhas3 Estrelinhas4 Estrelinhas5 Estrelinhas =) Classifique Nosso Artigo de 1 à 5 Estrelas :)
Loading...

Artigos Relacionados à Colômbia – 2ª maior economia da América do Sul Supera Argentina!

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo: