Dominio: noticiasnumclick.xpg.uol.com.br
Chave: fd9efdd43a0d14fa4ca94d1e582af7e6c756d4c6
Hora do cache: 1495732430
Vida do cache: 1495775630
Status: 1
Mensagem: Centive nao respondeu
Chave do Pedido: 42b23b94289236aae38857f52e610749ad95f407
Chave do Produto: PROKEY
Scroll Top

Notícias

Construtora que atrasar entrega Imóvel deve pagar aluguel a Cliente

Atraso na entrega de imóvel – Construtora que atrasar entrega de imóvel deverá pagar aluguel a Cliente

rossi.atraso

Atraso na entrega de imóvel – As discussões entre construtoras e clientes, nos casos em que estas atrasam a entrega de imóveis são comuns e até pouco tempo não resultavam em nada senão dor de cabeça para os compradores de imóveis.

Porém uma recente decisão do STJ tem feito a balança pesar para o lado dos consumidores lesados.

O Superior Tribunal de Justiça decidiu em janeiro deste ano, que uma construtora deveria pagar ao comprador de um de seus imóveis que não foi entregue no prazo, multa e também um valor correspondente aos aluguéis que o comprador deixou de receber por não ter o imóvel a disposição e ficar desta forma impedido de alugá-lo.

Desde então esta decisão tem servido de base para que outros tribunais condenem construtoras em casos de atraso na entrega de apartamentos, e confiram ao cliente lesado, além do direito de cancelamento do contrato e de recebimento de multa, o direito a ressarcimento pelos ganhos que deixou de auferir por não poder alugar o apartamento, ou o prejuízo por ter de alugar outro imóvel enquanto a obra não é concluída.

Mesmo nos casos em que o comprador opta por continuar com o contrato, os tribunais tem dado ganho de causa e condenado as construtoras a arcar com os gastos deste com moradia ou então com os valores não ganhos, por conta de atraso na entrega do imóvel.

Só em São Paulo as reclamações a respeito de construtoras cresceram 17% em 2012, chegando a marca de 5.100 registros no Procon.

Esta decisão é uma importante vitória para os consumidores que compraram ou que pretendem comprar um novo imóvel. É a garantia de que as construtoras sentirão no bolso todas as vezes que resolverem brincar com seus clientes.

Comente aqui no blog Notícias Num Click a nova decisãodo STJ.

Comente Via FaceBook

Comentários

Seja o primeiro a comentar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.