Educação

Figuras de Sintaxe ou Construção: Elipse, Anáfora, Definições Exemplos

As Figuras de Linguagem são formas diferenciadas de passar uma ideia ou expressar um sentimento que podem ser classificadas em: Figuras de Palavras, Figuras de Pensamento, Figuras de Som e, o tema deste post, Figuras de Sintaxe ou de Construção.

As Figuras de Construção são aquelas que têm sua base na sintaxe, o estudo da relação entre as palavras e suas funções nas orações. Elas são caracterizadas, na grande maioria dos casos, por omissões, inversões ou repetições de palavras e por isso não podem ser estudadas de forma isolada.

Confira as figuras de sintaxe, suas definições e os exemplos:

* Elipse: Omissão de um termo que não foi dito anteriormente mas é subentendido com facilidade. Tem a função de evitar repetições.

Ex: Fui ao cursinho pré-vestibular estudar Matemática. (termo omitido – pronome “eu”)

* Zeugma: Tipo de elipse em que o termo omitido já foi dito anteriormente mas também é subentendido com facilidade. Tem função de evitar repetições desnecessárias.

Ex: “Nossos bosques têm mais vida./ Nossa vida no teu seio mais amores”. (termo omitido – verbo “têm”)

* Hipérbato: Inversão da ordem sintática da oração. Tem com função fazer uma imitação da sintaxe latina.

Ex: “Ouviram do Ipiranga as margens plácidas./ De um povo heróico o brado retumbante.” (a ordem sintática natural seria: “As margens plácidas do Ipiranga ouviram o brado retumbante de um povo heróico”).

* Assíndeto: Ausência de conjunção (conectivos) nos elementos citados.

Ex: Ana Paula o chamou de falso, cretino, mentiroso, sem escrúpulos. (repare na ausência do”e” antes do último elemento).

*Polissíndeto: Repetição da conjunção (conectivo) entre os elementos citados.

Ex: Fui à escola e assisti aula e comi a merenda e voltei para a casa. (repetição da conjunção “e”).

* Anáfora: Também conhecido como “termo anafórico”, é o que retoma elementos ou ideias já citadas. Tem a função de evitar repetições sem prejudicar o entendimento.

Ex: Tenho uma gata e uma cadela. Esta é brava, aquela é tranquila. (“esta” se refere a cadela e “aquela” se refere a gata).

* Catáfora: Também conhecido como “termo catafórico”, é o que apresenta algo que ainda não foi citado, a antecipação de elementos.

Ex: Minha mãe me disse isto: “se você não arrumar seu quarto ficará de castigo!” (“isto” antecida a fala da mãe).

* Pleonasmo: Repetição de ideias que gera redundância. Tem a função de realçar ou enfatizar o que está sendo dito.

Ex: Vi sua mãe ontem com os meus próprios olhos. (se alguém vê, é com os próprios olhos).

* Silepse: Concordância com uma palavra não expressa, subentendida. Pode se referir a pessoa, gênero ou número.

Ex: Fui embora da bela Rio de Janeiro semana passada! (“da” concorda com a palavra cidade que está subentendida).

Vale lembrar que essas figuras de sintaxe estão muito presentes em exames de concursos e vestibulares, portanto, para se dar bem é importante treinar bastante e conhecer sempre a aplicação de cada uma delas.

O que você achou da explicação? E dos exemplos? Deixe o seu comentário.

Assuntos do Artigo:
  • figuras de sintaxe
  • comente uma figura de sintaxe
  • figuras de sintaxe elipse anáfora e hipérbato
  • anafora catafora elipse
  • elipse e hiperbato
  • figura de linguagem construção
  • figura de sintaxe elipe

Comente Via FaceBook

Comentários

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.