republica da espada Governos Militares (1891 1894) Resumo da República da Espada, RevoltasLogo que foi colocada em vigor a Constituição da República do Brasil, em 1891, tornou-se necessário realizar eleições para a escolha do primeiro presidente brasileiro. O marechal Deodoro da Fonseca, que estava no poder desde o golpe que colocou um fim na monarquia no país, se candidatou com o apoio de muitos militares. Porém os problemas causados pela política do Encilhamento e a sua postura autoritária fizeram com que alguns setores da sociedade, dentre eles a elite cafeeira, não o apoiassem.

Assim, nas primeiras eleições presidencialistas do Brasil os cafeicultores apresentaram como candidatos a presidente e vice Prudente de Moraes e o marechal Floriano Peixoto, respectivamente. Por uma pequena diferença o marechal Deodoro acabou sendo eleito presidente, as o vice escolhido foi o também marechal Floriano Peixoto. Estava formado o primeiro governo pós-Constituição republicana e ele tinha uma forte presença militar, daí muitos historiadores chamarem esse período de República da Espada.

Apesar de ter o apoio dos militares, o marechal Deodoro da Fonseca não conseguiu se manter no poder por muito tempo por causa da forte oposição que sofria da elite do café, que tinha muitos representantes no Congresso. No dia 23 de novembro de 1891 ele renunciou deixando o cargo com o seu vice, que governou até o ano de 1894.

Dentre as medidas tomadas por Floriano Peixoto podemos destacar: reforma bancária, concessão de financiamento para quem investisse na indústria, apoio à importação de equipamentos industriais, aprovação de leis que objetivavam a construção de casas populares e diminuição do preço de produtos como a carne, o que figura uma clara tentativa se conseguir a simpatia das camadas urbanas.

Apesar de ter alcançado maior sucesso do que seu antecessor, a postura autoritária de Floriano Peixoto lhe rendeu o apelido de “marechal de ferro” e fez com que surgisse uma forte oposição ao seu governo. Em 31 de março de 1892 um grupo de generais que pedia a convocação de novas eleições foi preso, o que motivou a Segunda Revolta da Armada.

Como contava com o apoio do Partido Republicano Paulista Floriano conseguiu reprimir o movimento, mas no mesmo ano eclodiu a Revolução Federalista. A revolução só chegou ao fim em 1895 e nesse período calcula-se que tenham sido mortas cerca de 10 mil pessoas.

Vale lembrar que desde o início da república no Brasil a elite cafeeira não estava satisfeita, uma vez que dois militares tinham sido eleitos garantindo governos centralizados e autoritários. Mas essa situação mudou no ano de 1894, com a posse do fazendeiro e fundador do PRP, Prudente de Morais. O país começou a ser governado por oligarquias civis tendo início um período de alternância de poder que ficou conhecido como República do Café com Leite.

Mas e você, o que achou do texto? Ele te ajudou a entender melhor o período da República da Espada no Brasil? Deixe o seu comentário aqui no blog Notícias num Click.